NOTÍCIAS DE MARACAÇUMÉ/JUNCO DO MARANHÃO E REGIÃO. Contato: (98) 98721-8362 E-mail: blogdorenatocosta@gmail.com

sábado, 15 de fevereiro de 2020

No dia que o prefeito Chico Velho oficializa Lamarck como seu candidato, Zé Menandes rompe com o grupo.



A manhã desta sexta-feira (14) na prefeitura de Maracaçumé foi surpreendente. Sem ninguém saber, Zé Menandes, secretário de administração, empacotou suas coisas. Saiu de sala em sala, sem muita presa, e abraçou todos os funcionários em ato de despedida ou até logo. As pessoas perplexas ficaram sem palavras ao ver a cena inesperada. Muitos choraram ao ver “a lenda viva” da politica (depois de quase oito anos) partindo sereno e sem drama.

Depois da cena uma reunião de emergência foi marcada com a alta cúpula do grupo de Chico Velho. Durante toda a tarde José Menandes foi bombardeado de ligações. Porém a decisão já havia sido tomada e não teria volta. Assim, Chico Velho perdeu um dos mais importante aliado.

O mais interessante nessa história toda foi o fato ter ocorrido justamente no dia que o prefeito, finalmente, resolveu declarar seu apoio ao sobrinho Lamarck. A noticia foi abafada com a bomba que estouraria no final do dia. Fotos de Tio Gal e José Menandes fazendo o sinal do 22.

A audácia de José Menandes deve encorajar outras figuras a também abandonarem o barco furado que é o grupo de Chico Velho. Sem um nome de expressão para lançar os aliados tradicionais estão deixando o grupo. Somando ao fato que o povo cansou de oito anos de desgoverno e perseguição.

Nos corredores da prefeitura já se escuta o bordão: o último que sair apague a luz.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Editado e Instalado por