NOTÍCIAS DE MARACAÇUMÉ/JUNCO DO MARANHÃO E REGIÃO. Contato: (98) 98721-8362 E-mail: blogdorenatocosta@gmail.com

sábado, 31 de março de 2018

Calamidade em Marajá do Sena: enchente deixa centenas de desabrigados



A cidade de Marajá do Sena (MA) voltou a sofrer, nesta sexta-feira (30), o mesmo problema dos anos anteriores, o das enchentes, em prejuízo a moradores e comerciantes. Após chuvas volumosas nas últimas horas, boa parte da cidade foi tomada pelas águas. A enchente alagou ruas, atingiu escolas, igreja, comércios, derrubou casas, muros e arrastou pontes. Essa enchente está sendo considerada uma das piores da história. A principal avenida virou um “rio”.

Moradores usaram as redes sociais para mostrar fotos da cidade em baixo d’água e relata a calamidade em que se transformou a pequena Marajá do Sena.

Grande enchente em Marajá Do Sena/MA, blogueiros e jornalistas nos ajudem a divulgar esta ocorrência para que os gestores vejam o estado de calamidade que se encontra esta cidade”, clama um morador em grupos da rede social.

O negócio em Marajá do Sena foi sério; a enchente que deu no último mês de fevereiro não foi nada comparada com essa. As águas levaram até casas”, relatou um morador.
Aqui acabou tudo, casas, móveis, eletrodoméstico, aqui ninguém tem mais nada. Acho que nem todo mundo tem o que comer, porque foi molhado tudo”, alertou.

Moradores já tinham abandonado a cidade

No último dia 22 de fevereiro, a cidade de Marajá do Sena tinha sofrido uma forte enchente. Naquele período, moradores deixaram a cidade e foram passar o período invernoso numa região mais elevada, chamada “Chapada”.

Ainda na tarde desta sexta-feira, o blog do Carlinhos entrou em contato com a Prefeitura, administrada pelo prefeito Lindomar Araújo. A Assessoria de Comunicação do Município enviou um esclarecimento.

A Prefeitura executou todos os trabalhos que estava ao seu alcance. Foram feito dois km de limpeza de córrego, mas esse trabalho não impede as enchentes, em decorrência da situação geográfica da cidade. No cento da cidade, uma área mais baixa, as águas chegam aos telhados das casas. Limpeza de córrego não evita uma enchente naquele local. Salientamos que esse problema vem de fenômenos da natureza, da geografia da cidade e não da falta de serviço da Prefeitura. A população marajaense tem que se conscientizar que a cidade precisa ser mudada de local; essa discussão de mudar o local da cidade já existe há muito tempo, porém, tem muita gente relutante que prefere sofrer com as enchentes várias vezes durante o ano”, disse.

O Governo do Estado, através do superintendente da região, Mávio Rocha, está atento à situação de Marajá do Sena e mobiliza operários e máquinas para chegar à cidade neste sábado.

Fomos pegos de surpresa por conta do feriado da Semana Santa. Os funcionários estavam de folgas com suas famílias, mas já foram mobilizados. Amanhã, vamos chegar com maquinário e toda estrutura para trabalhar em Marajá do Sena”, garantiu o responsável pela empresa contratada para fazer a conservação de estradas estaduais.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Editado e Instalado por