NOTÍCIAS DE MARACAÇUMÉ/JUNCO DO MARANHÃO E REGIÃO. Contato: (98) 98721-8362 E-mail: blogdorenatocosta@gmail.com

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

PRECÁRIA MAQUINA PÚBLICA


Há alguns anos atrás trabalhei em uma escola que o coordenador não coordenava, tinha apenas nome e recebia seu salario no fim do mês. O grande problema da administração pública é a lotação de profissionais sem conhecimento técnico em áreas que necessitam de gente (competente), e que tenha habilidades pra fazer funcionar à tão precária maquina pública.

As falhas são imensas: é professor, sem pedagogia, em direção de escola, educador em secretaria de saúde, enfermeiros que atendem como médicos, médicos que não aprenderam nada na faculdade e acabam matando quem procura por saúde. A situação está de pernas para o ar!

O problema é geral, não é apenas de uma prefeitura!

As maiorias dos prefeitos alegam que precisam “cumprir os acordos de campanha”, tudo bem! Mas aí quem sofre é o povo que vê os serviços essenciais sem qualidade. Nenhuma empresa contrata um profissional sem envergadura e habilidade para uma função, isso só acontece dentro das organizações públicas, um erro que precisa ser corrigido para o bem da nação.

O erro começa com os próprios prefeitos, em alguns casos, não sabem nem se expressar em público sem cometer um erro de concordância. (De quem é a culpa? Nossa que votamos neles!) Os vereadores nem se fala, em sua maioria, estão lá apenas pra cumprir tabela. Projetos? Poucos conseguem desenvolver! Os que aparecem por lá são feitos por gente de fora. Um exemplo claro que o problema da má gestão começa de cima. Não falo de todos, tem vereadores e prefeitos com grandes habilidades, mas são poucos.

Administrar a empresa de todos devia ter zelo, cuidado e boa-fé, a começar na hora da contratação. Não se pode administrar uma empresa pública apenas pensando nos interesses pessoais, antes, vem o interesse de todos. Competências, habilidades e resultados precisam ser colocados na mesa, se o profissional alcançou êxito continua, se não, rua.

Devia ser assim, mas infelizmente não é!... Quem sabe daqui pra 2090 não conseguimos alcançar esse objetivo. Quem viver verá!

RENATO COSTA

 

sábado, 19 de janeiro de 2013

CASAMENTO: INSTITUIÇÃO QUASE FALIDA.


Não tenho experiência pra falar do assunto que irei expor agora, mas ainda sem experiência irei comentar, pois quem aprende com os erros dos outros é mais sábio do que aqueles que aprendem com os seus próprios. O assunto é casamento. Isso mesmo! (Ca-sa-men-to)... União de duas pessoas que depois de juntas, dizem, que se torna uma só carne.

Interessante nisto é que se tornam uma só carne e fazem o que fazem com a carne que chegou por ultimo: Cortam em pedaços e depois assam e servem aos urubus. (risos). Essa instituição está quase falida. O casamento está em colapso. O que está acontecendo? Não sei explicar!... Mas vamos pensar um pouco.

Quando duas pessoas se encontram inesperadamente, e os olhares se cruzam, ambos dizem: “é amor pra mil anos”-, o amor de mil anos vai para o espaço, depois do enlaçar, em questão de meses. E o que resta? Apenas os desentendimentos e a fachada pra sociedade de um casamento (aparentemente), feliz.

Quais seriam os problemas que levam um casamento ao fundo do poço? Ou melhor, o que poderia ser feito pra que os casamentos não acabassem nunca? Perguntas difíceis requerem respostas convincentes.

Então vamos lá...

Primeiro: os casamentos de hoje são mecanizados, ou seja, repetem tudo por anos e décadas, feijão-com-arroz mata e leva o matrimonio para o fundo do poço. Casamento precisa ser renovado constantemente. Umas dicas: comemore as datas mais sem graça com seu amor: primeiro beijo, primeiro encontro, casamento, noivado, primeiro filho. São momentos de recordação que trarão lembranças e vigor para a relação continuar firme e forte.

Segundo, não deixe os problemas de hoje para ser resolvido amanhã. Lembre-se: roupa de molho (por muito tempo) apodrece e rasga, melhor é lavar e por ao sol, da mesma forma é o casamento, resolvem-se todos os problemas antes de ir pra cama. Um detalhe importante, nunca discuta relação sobre ela. Cama ficou pra fazer amor e dormir.

Terceiro, sejam romântico um com o outro, não existe casamento que resista sem as pitadas de ternura durante o dia. A felicidade é construída durante a vida, não se compra e muito menos de ganha de presente. O amor é edificado através de cumplicidade, diálogo, respeito e muito amor. Essa base faz do casamento uma instituição forte que nem o vento consegue derrubar.

Casamento não pode ser encarado como prisão, como muitos assim o fazem. Casamento é o momento de descobertas a dois, onde duas vidas se juntam para gerarem outras. O Casamento pode ser doce como também amargo, depende dos amantes que escrevem a historia. Se forem bons, escreveram um romance digno de ser contado no futuro, se forem coadjuvantes, entraram no rol dos esquecidos e não lembrados pela historia.

Poderia falar um pouco mais sobre esse assunto, mas o texto se tornaria cansativo e perderia a graça. Até o próximo texto.
RENATO.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

DROGAS: UMA QUESTÃO DE MORTE.


Sou humano, e por isto, resolvi falar um pouco deste assunto tão pertinente: As drogas. Um mal silencioso que tem destruído famílias e tem provocado um grande prejuízo para a sociedade.

Ninguém sabe dizer o porquê das escolhas em direção ao vício. Existe um leque de outras atividades para se gastar o tempo como: estudar, se preparar para a vida, construir uma família, seguir uma religião, ou até mesmo namorar e viver um grande amor, ao invés de se autodestruir.

As drogas aniquilam vidas que poderiam ter uma trajetória de sucesso. Arranca do individuo o bem mais precioso... O pensamento crítico. Transforma o indivíduo em uma criatura vegetativa, escrava de substancia que mantam pouco a pouco.

Mais de quem é a culpa da calamitosa situação que o mundo se tornou? Quais as razões para explicar o descaso das politicas públicas para coibir essa epidemia que assola nossa geração? Ninguém tem coragem pra se levantar e citar as razões para esse caos específico que são as drogas.

Podemos dizer que é a pobreza a grande desculpa, mas na classe rica o índice é alto de viciados, da mesma forma que existe nas classes baixas. Então, onde está o problema? Eis a questão para discussão. Uma coisa é certa: falta informação nas séries iniciais do fundamental, implantação de conscientização nas escolas de fundamental maior e planejamento adequado das secretarias de educação para sanar esse problema.

A escola ainda é a porta mais sensata para começar a prevenção. Prevenção... Essa palavra – que não é mágica – mas bem que poderia ser, devia ser olhada com mais cuidado dentro das escolas e na família.

Coordenadores! Vocês mesmo... Quando estiveres montando seus planos e projetos, olhem para essa questão, não deixe para o futuro o que era pra ser resolvido no passado. Está nas mãos de vocês (que fazem acontecer à educação), o inicio da revolução para mudar esse quadro. Mobilize o grupo de professores que faz parte de sua equipe pedagógica e, desenvolva projetos a fim de mudar essa triste situação.

O futuro da nossa gente depende de uma boa educação. O caminho para a erradicação das drogas na sociedade, só é possível com uma educação de qualidade pautadas em princípios de prevenção e cuidado.

RENATO COSTA

 

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

DICA DE TURISMO


Ao invés de viajar para São Luís, Belém ou outras cidades do Nordeste, porque não visitar Maracaçumé. Uma cidade pequena, mas com lugares lindíssimos para fazer visitação e tirar fotos que ficarão lindas na parede de sua sala.

A cidade tem 18 anos, já é maior de idade, e, portanto, pode fazer tudo.

Andar por suas ruas é um luxo só, tirando os buracos das ruas, (cala-te Renato... Essa cidade não tem buracos!). É verdade, esqueçam que escrevi isso.

Prosseguindo, a cidade possui o mais belo empreendimento da atualidade: a Invasão resort fazenda, isso mesmo! Lá, dar pra andar dois quilômetros olhando a riqueza de cada novo morador que, com os olhos brilhando de felicidade constroem suas mansões financiadas em 147 vezes pela Caixa Econômica Federal.  Tudo é felicidade lá.  E tenha certeza, você sairá com a alma lavada depois de contemplar a plenitude de perto.

A cidade também oferece um paraíso a céu aberto, (Das Águas de um Rio a alma de um povo) o Rio Maracaçumé, banhar em suas cachoeiras cura as doenças da alma, além de refrigerar o calor de mais 30 graus. É um programa imperdível, de lá você vê os voos espetaculares dos Urubus dispuntado pela comida; do lindo cais feito por engenheiros paraguaios, você contempla o lindo pôr do Sol único no mundo e que deixará lembranças eternas do dinheiro gasto neste passeio.

A culinária é outra coisa incomparável, temos os melhores restaurantes do mundo, com um detalhe: tudo feito na hora, Fato de Boi, farofa de tripa de galinha, fígado de urubú assado, são uma das especialidades da cidade. Quem visita nossa cidade jamais esquece os temperos deliciosos de nossos restaurantes mais requintados.

As pousadas nem se fala, temos hotéis com 300 estrelas, é tanta estrela que não tem onde colocar mais. Para solucionar esse problema, os donos das pousadas estão dando de brinde às estrelas pros hospedes levarem de lembranças. Corra já a uma agencia de turismo mais próximo é compre um pacote de Férias com destino pra Maracaçumé: VOCÊ NÃO VAI SE ARREPENDER!

Outra coisa: A cidade é conhecida como capital da maconha, mas não liga não, isso é mentira da Globo, ela teve que inventar um argumento pra distanciar você de visitar as nossas Maravilhas, mas você não vai fazer isso! Venha e traga toda sua família...

Boas Férias!
 
RENATO

domingo, 6 de janeiro de 2013

NINGUÉM SENTIRÁ FALTA!


Sai de cena Franco de oliveira, um prefeito apagado e que não tinhas ideias adsorves. Ele, quando assumiu a prefeitura, pretendia realizar os projetos que Dom João VI não conseguiu realizar no Brasil, enganou a todos, pois além de não cumprir o que prometeu, fugiu do seu eleitorado como o diabo foge da cruz – nunca na historia deste município houve um prefeito que tinha tanto medo do público. Seu legado: Construiu escolas, Quadra esportiva, um hospital e outras coisas, mas o que mais chamou atenção do povo de Maracaçumé e cidades adjacentes foi um parque de Vaquejada construído com requinte, próximo a Nunes Freire. Um patrimônio surreal pra quem se dizia radialista e vivia puxando a cachorrinha.

Essa crítica é suave, se compararmos com os prefeitos que lhe antecederam no cargo -, Franco teve proezas, e que os outros não apresentaram – e que merece aplausos – Ele nunca atrasou a folha de pagamento, além de aprovar o piso nacional dos professores. Mas fora isto: repudiou a iluminação pública, com um agravante, cobrou dos moradores o que era dever da prefeitura custear; Abandou as ruas e avenidas, e a única avenida asfaltada não foi inaugurada, como a maioria de suas obras. Uma serie de deslizes pequenos que poderiam ter sido sanados, mas foram desprezados por sua alto confiança, a consequência dessas omissões foi a sua queda em popularidade.  

A história vai dizer se Ele será lembrando como um bom ou péssimo prefeito. Tudo dependerá do novo gestor que poder fazer igual ou pior, ou decidir fazer diferente: trabalhar. Uma coisa é certa, Franco de Oliveira teve a faca e queijo na mão pra realizar os projetos mais belos, mas infelizmente o seu sonho maior... Sua grande paixão – o parque de vaquejada – não deixou – o que provocou o colapso final em sua administração.

Um prefeito que se ausentara até de votar por medo de ser vaiado merece olvidar da vida pública. Ninguém sentirá falta!

sábado, 5 de janeiro de 2013

RÉVEILLON 2012


Como é de costume a Mocidade da igreja se reunir para comemorar a virada de ano, sem muito exagero – diferente este ano – foi realizado na laje da igreja, chique em? Parece coisa do Rio de Janeiro, entretanto, era aqui mesmo em terras maranhenses.

A festa começou logo depois do culto da virada, que este ano não teve lá muitas novidades, apenas o normal: louvores, pregadores, orações e agradecimentos. Sim, após o termino do culto foi todo mundo para a laje.

Lá, quando chego enxergo cadeiras todas ocupadas, música espocando pelo ar, alguém acendendo o fogo logo na chegada e muita expectativa nos olhares. Nada de extraordinário pude pressagiar (rimou tudo... Credo), no entanto, vi meu amigo Jailson e sua esposa Cleudimar que nos presentearam com suas presenças mais uma vez – todo ano eles vêm prestigiar nossos eventos.

Após as palavras iniciais de nosso líder, pastor evangelista Eronildo, que, leu a palavra e falou um pouco das vitorias e dos projetos futuros para os jovens e adolescentes, já que ele assumiu a função geral neste novo ano de 2013, finalizou sua fala desejado bom ano para todos.

Depois desse momento ecumênico, foi à vez das trocas de presente, não teve nada de criativo nos presentes, só vi caixa de O Boticário, quem mais lucrou com essa brincadeira foi à loja de perfume, não gostei, prefiro presentes originais e que faça parte do perfil ou da essência da pessoa.

 Como já estava um pouco tarde o povo não se aguentou e foi morder carne, arroz, farinha e o que mais tinha, até uma salada amarga que fazia mistura no prato servido, MISERICREDO, eu provei da coisa e não gostei.

Depois desse momento canibal fizemos a brincadeira: a surpresa da caixa. Um jogo divertidíssimo, onde é colocado tarefas na caixa, onde é passada de mão em mão ao som de uma música agitada – quando a musica para, a pessoa que estiver com a caixa tira um papel com a tarefa que terá que executar.

Todos gostaram! Essa foi a ultima atividade da festa, após, todos foram para suas casas dormirem em seus deliciosos colchoes – para despertarem e, contemplar o sol do primeiro dia do ano.
RENATO

DIAMANTE


Olho e vejo em você um diamante que precisa ser lapidado, cuidado, valorizado e protegido da ação do mal. Uma joia valiosa que necessita de um verdadeiro curador pra que seja estimada mais e mais. Uma relíquia que deve der guardada a sete chaves e resguardada dentro do coração. Amada verdadeiramente, e acima de tudo, reconhecida pelos holofotes dos olhos do amado e querida pelo Deus dos céus.


RENATO...

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

O PROBLEMA DO FIM


Tudo que começa bem deveria terminar melhor! Isso careceria ser decreto universal para todos, entretanto, não é o que se observa na realidade. Um exemplo: Os novos prefeitos que estão assumindo as prefeituras, estão com força e gás descomunal – quem olha pensa: “Esse vai ser um excelente administrador!” – mas a realidade se mostra diferente com o passar dos meses e anos.

O problema não é começar, e sim, terminar. Tudo é lindo no começo, mas aí entra os prazeres pessoais – e de toda a cúpula que querem da mesma maneira mamar na vaca leiteira (entendeste né?) – que corroem a máquina até chegar o ponto de ela ficar inoperante.

Deixar a cidade linda como estão fazendo agora, é aplausível. Arrancar toda sujeira encravada dos últimos anos é louvável. Agora, isso precisa permanecer, pois a cidade não pode ser limpa apenas no começo do mandata de um prefeito. A cidade precisa de organização durante quatro anos. Carece de fiscais pra não deixar populares fazerem o que bem quiserem de tudo, como se fosse donos. Ordem é trabalho, é apenas isso que nossas cidades precisam!

Por: Renato...

 

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

MAZELAS DE ONTEM E HOJE.



Ao contrário do que muitos pensam, não escrevo apenas pra massagear o ego, escrevo também pra mostrar as mazelas da sociedade que, sem escrúpulos agem feito animal em selva sem comida. Esses últimos anos foram suplantado por ondas de ataques a terras desprovidas de proteção e abarcadas pela força maciça do povo que se dizem pobre. Áreas imensas foram dominadas, e depois vendidas pra quem tinha dinheiro pra construir as mansões que estão sendo erguida por lá. Um paradoxo grotesco que fazem desses atos, piadas de ultima hora e sem graça. Mostra o quanto o povo é mesquinho em seus atos.

Invasões virou negócio lucrativo, mas as autoridades não viram e não fizeram nada. Teve gente que contratou capangas para proteger o que era seu por direito – santa ignorância aplaudida de pé pelos magistrados, legislativo e executivo. O executivo não teve voz de comando. Um exemplo: o legislativo aprovou uma lei municipal pra acabar com barracas na Avenida de Maracaçumé, a lei foi criada e engavetada, o resultado do projeto foi o contrario: Toda semana se vê construções novas nos canteiros da avenida. Uma vergonha que os braços-de-ferro não tiveram ânimo pra tomar providencia e acabar com essa farra sem cabimento.

Estamos no Brasil – tudo bem! Dizem que as leis não funcionam. A culpa maior é da população que não cobra pelos direitos. Esse ano irei fazer diferente, todas as sessões da câmera estarei lá pra fazer ferver esses próximos 4 anos. Convido você a participar também e cobrar de nossos funcionários mais bem pagos do Brasil: vereadores, prefeito e o poder judiciário: vamos lá minha gente, vamos cobrar!

Por: Renato...

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

10 DICAS PARA UM FELIZ 2013

 


1. Seja otimista. Quem tem certeza absoluta de que Deus está no controle de sua vida não deve ser pessimista. Se for aprovado em um concurso, glória a Deus. Se não passar, louve ao Senhor e espere outra oportunidade. Se for demitido, seja grato a Deus por isso, também. Não desanime nunca. E faça a sua parte, preparando-se para novas portas que, certamente, se lhe abrirão.

2. Comece o dia em comunhão com o Criador. Louve a Deus, ao acordar. Abra a janela do seu quarto, olhe para o céu, para a natureza, ouça o canto dos pássaros. Dirija seu veículo cantando louvores. Atravesse a rua dando glórias àquEle que dirige os seus passos. Louve ao Senhor Jesus pelo dom da vida!

3. Seja altruísta. Faça um esforço para pensar nas dificuldades do próximo. Seja paciente no trânsito, dirija devagar, respeite o pedestre. Esvazie-se da brutalidade que diariamente quer brotar dentro de você. Não se deixe influenciar pelo egoísmo prevalecente no mundo sem Deus. Faça o bem às pessoas à sua volta.

4. Não queira "levar vantagem". Se você não é idoso ou deficiente físico, não use a vaga destinada a essas pessoas. Não "fure" fila. Não compre produto "pirata". Seja honesto, ainda que não receba nada em troca, aparentemente; ainda que você seja o único a fazer o que é correto. Deus o recompensará.

5. Pare de murmurar. Ah, como é difícil conviver com pessoas que reclamam de tudo e de todos! Se chove, não está bom. Se faz frio, também está ruim. Se faz calor, então... Experimente ver o lado bom de todas as coisas. Nenhum lugar do mundo é perfeito. Por isso, precisamos extrair o que é bom por onde passamos.

6. Seja grato a Deus. Se chegamos ao fim de 2012, mesmo com lutas e sofrimento, foi graças a Ele. Agradeça ao Senhor, ao levantar-se da cama, antes das refeições, ao sair de casa, antes de dormir, etc. Lembre-se da graça de Cristo, a cada dia. Ele lhe deu a maior bênção, dentre todas, a certeza da vida eterna.

7. Tenha senso de humor. Você não precisa ser mal-humorado para demonstrar que é santo. Rir no momento certo faz bem. Fazem parte da vida o rir e o chorar. Por que viver chorando pelos cantos? Levante a sua cabeça! A vida segue.

8. Passe menos tempo nas redes sociais. Dedique mais tempo à sua família. Use a Internet para crescer em conhecimento. Não navegue a esmo. Forme a sua coletânea de bons sites e blogs. Mesmo nas redes sociais, seja seletivo. Não perca tempo com efemeridades.

9. Compartilhe o amor de Deus. O verdadeiro Evangelho muda o mundo e a vida das pessoas. Evangelize seus parentes, amigos, vizinhos, colegas de trabalho, etc. Partilhe com eles os preciosos ensinamentos do Senhor Jesus.

10. Tenha contato diário com a Bíblia Sagrada. Você já leu a Bíblia toda? Se sim, faça isso de novo. Experiente lê-la em outros idiomas. Dedique tempo ao estudo sistemático da Palavra de Deus. Isso, com certeza, tornará a sua vida melhor em 2013.

Feliz Ano Novo!

CHICO VELHO


Nossa querida cidade tem um novo prefeito. Aleluia! Trata-se de Chico Velho, eleito com 5.115 votos. Ele tomou posse ontem, não fui à cerimonia, a chuva não deixou. Entretanto, as notícias chegaram a mi rapidamente. Neste primeiro momento de euforia, alegria e entusiasmo (atenção), é pra ficar no alvitre, pois, sabe-se que não permanecerá. O povo não deixa o prefeito administrar.

Primeiro: não há vagas de empregos para todo mundo na prefeitura e todos querem; segundo: a cidade está um caos, precisa ter sangue de barata pra arrumar tudo; e por ultimo, o prefeito não poderá cumprir as vontades de todos os eleitores que votaram nele, portanto, muita gente vai se esquivar logo nos primeiros 06 meses e virar oposição, alegria de agora vira pesadelo lá na frente: Quem sabe explicar isso melhor é o ex-Franco de Oliveira.

Esse presságio é uma dura realidade, mas nenhum prefeito eleito escapa desta triste circunstância, só se for agora que meus olhos irão vê, e acreditem: Vou usar a minha fé para que isso aconteça! Fora isto que acabei de escrever, desejo uma excelente administração ao prefeito, que os erros de outrora não se repita e que ele realmente cumpra as promessas de campanha, ou pelo menos tente, pois no Brasil é complicado administrar os recursos públicos, por isso que nada funciona.

Prefeito... faça valer sua vontade e não deixe pessoas sem capacidade executarem tarefas que manchem a administração coletiva. Boa sorte!
  
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial
Editado e Instalado por