NOTÍCIAS DE MARACAÇUMÉ/JUNCO DO MARANHÃO E REGIÃO. Contato: (98) 98721-8362 E-mail: blogdorenatocosta@gmail.com

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2012


2012 foi um ano bom? Claro que sim! Foi ano da conclusão do meu Bacharelado em Administração de Empresa. Depois de muitos desafios acoplados a faculdade, todos superados – graças a Deus – agora nos preparamos para a formatura em Janeiro de 2013 – esse será outro dia inesquecível, mas isso fará parte das recordações de 2013.

O ano que se finda, marcado pelo calendário Maio como o ultimo da existência humana sobre a face da terra, não se cumpriu – ainda bem né? Temos ainda muito tempo pra realização de todos os sonhos... Que não são poucos!

Agradeço a Deus pela minha família querida, amigos e igreja, que Deus continue nos abençoando grandemente. Que o ano de 2013 seja um ano de grandes surpresas boas para todos.

Meus pêsames aos amigos que perderam entes queridos este ano. Tudo que acontece é vontade de Deus, e quem nos somos para julgamos sua vontade. O que nos resta é apenas nos conformar com as circunstancias que a vida nos proporciona.

Enfim... Muito abrigado Deus! E que venha 2013! Vida, alegria, amor, unção, avivamento, perdão, sabedoria, sucesso é o que peça para mim e todas as pessoas do mundo!...

RENATO...

 

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

INVASÃO


Ontem fui dar uma volta lá pelas bandas da invasão em sua totalidade. Surpreendi-me com o tamanho do espaço ocupado, entretanto, o que mais me chamou a atenção foi ver pessoas que nada tinha haver com a ocupação inicial, construindo mansões, achei isso um paradoxo tremendo, pois, muita gente se achou no direito de invadir as terras alheias por dizer não ter onde morar, no entanto, essas pessoas na primeira conveniência venderam as terras a preço de banana. Adivinhe para quem? Para os bem de vida da cidade: que estão construindo mansões, sítios e até criatório de peixe por lá!

Nesse universo desleal que vive o ser humano – em atos como esse – é que a gente percebe a falsa moralidade de muitos a olho nu. Enquanto famílias, que realmente precisam de um pedaço de terra não conseguiram nada: por honestidade não tiveram coragem de se submeter a um ato de invasão... Essas continuam a perecer, enquanto a elite domina o bairro, apelidado de conquista dos humildes. Grande lorota!

Esse tipo de vandalismo devia acabar, pois quem realiza todas as algazarras, no final é só pra ganhar proveito pessoal. Essas invasões deviam ser controladas pelo poder público, para não se repetir a má-fé de alguns indivíduos dentro da sociedade.

Não sou contra possui terreno lá, pois quem tem dinheiro faz dele o que quiser, entretanto, sou contra possui em quantidade terras lá. Conheço muita gente que tem pra lá de cinco. Pra que tudo isso? Apenas pra inflacionar o mercado habitacional que já andava alto, imagine agora que um terreno de R$ 300,00 está custando quase R$ 5.000,00 mil reais. Vida boa essa em? Invadir terras para elite!

 

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

CORAÇÃO DO HOMEM


O coração do homem é terra de ninguém!... Alguém escreveu isso há muito tempo atrás, e é a mais pura verdade. Os mistérios do coração é enigma, surpreende é calamitoso. Por que falo isso? Porque quem vê cara não vê coração. Tem gente em pele de lobo andando como anjo, como também tem gente com aspecto de lobo, com atitudes de anjos. Esse contrassenso engana a todos, isso é ruim, desfigura o homem, e apaga a confiança dentro da sociedade. Meu coração chora, meu senso de justiça diz: Não! Não! Ainda há esperança para tudo isso. Mas onde? Onde? Onde? Ora meus amigos, apenas em Jesus!
Renato...

domingo, 12 de agosto de 2012

TRIVIAL


Sou alguém trivial, meio sem jeito, porém sonhador. Tenho minhas limitações, medos, transtornos, e acreditem eu choro também... E isso não nego, exponho: o choro limpa a alma e retira as mazelas acumulada pelo tempo, como é bom chorar, como é bom se mundificar, e contemplar que o bom da vida são esses momentos pequenos.

O ser humano tem vergonha de chorar, tem vergonha de se mostrar como realmente ele é. Será que isso é bom? Minha razão diz que não!... Pois tudo que fica amordaçado no interior, sufoca... Oprime... Deprime... Produz a infelicidade, uma dor que ninguém deseja, e, no entanto, a maioria determina sem perceber.

Chorar devia ser disciplina de escola, ao invés disso, se ensina que homem não deve chora, que é coisa de bicha ou mulherzinha. Homem chora sim, escondido, mas chora. Um dia esse paradoxo se quebrará e todos poderão lacrimejar sem mácula ou vergonha.

Mulher não! Chora por tudo, deve ser por isso que elas são mais fortes e conseguem sobrepujar o medo, se abrem entre amigas e falam de tudo, não deixam o almoço para a janta. Isso é bom, comprova que chorar faz bem e revigora.

Por isso, chorarei sempre que necessário, pois além de abluir minha alma, contraio um alento sobrenatural, energia que me impulsiona a querer ir além do que os meus olhos podem ver.

Renato...


sábado, 11 de agosto de 2012

O QUE É SEXO AFINAL?



Segundo o MÉDICO... é uma doença... porque sempre termina na cama. Segundo o ADVOGADO... é uma injustiça... porque sempre há quem fique por baixo. Segundo o ENGENHEIRO ... é uma máquina perfeita... porque é a única em que se trabalha deitado...Segundo o ARQUITETO ... é um erro de projeto... porque a área de lazer fica muito próxima ao esgoto. Segundo o POLÍTICO ... é um ato de democracia perfeita... porque todos gozam independentemente da posição. Segundo o ECONOMISTA ... é um desajuste... porque entra mais do que sai. Às vezes nem sabe o que é ativo ou passivo. Segundo o CONTADOR ... é um exercício perfeito: põe-se o bruto, faz-se o balanço, tira-se o bruto e fica o líquido. Podendo na maioria dos casos, ainda gerar dividendos.Segundo o MATEMÁTICO... é uma perfeita equação... porque a mulher coloca entre parenteses, eleva o membro à sua máxima potência, e lhe extrai o produto, reduzindo - o à sua mínima expressão. Segundo o PSICÓLOGO... Só Freud explica!

GOSTO DE GENTE HUMANA


Gosto de gente humana, que se coloca no lugar da outra antes de sair acusando, que prioriza a boa-fé ao invés de enganar aos menos desfavorecidos com promessas que não podem cumprir. Gosto de gente autentica, que não tem vergonha de falar o que sente, e que busca entender as perguntas pra depois obter as respostas. Sou humano, gosto de gente humana, pois um mundo melhor se faz com pessoas humanas.
Por: Renato...

POLÍTICA E VOTO


Escolhi acreditar no 10, por isso acusam-me de traição, isso em um país democrático onde o voto de cabresto cessou faz tempo.

Não ligo pras críticas, isso fortalecem minhas convicções e leva-me a crer que estou no caminho certo. Cada palavra ruim que vem ao meu encontro transformo em tijolos e vou erguendo meu castelo de objetivos.

Sigo em frente, sem olhar pra trás, e não ligo pras palavras contrárias (que são muitas), e ouço constantemente, alguns indivíduos (sem nome) chegam a duvidar da minha condição de fé, mas não atrelo, sou humano e não guardo rancor.

Nunca julguei e não julgo ninguém por suas escolhas de candidato, mas exijo respeito a minha escolha, pois o voto é livre, e ninguém, mas ninguém mesmo tem o poder de decidir isso por mim.

Debato política, pois isso faz parte da vida em sociedade, entretanto, não destruo amizades por isso, porquanto a política passa e a amizade continua. Também não misturo religião e política, isso é nefasto e, corrompe os bons costumes, além de abduzir o princípio maior da igreja: anunciar o evangelho.

Pronto falei!
   

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

GENUÍNO AMOR


A felicidade está na simplicidade, não no exagero que contemplamos dia a dia. Somos obcecados pelo poder, dinheiro (abundante), e esses desejos quando alcançado não torna a pessoa mais feliz do que ela é, mas ao contrario, provoca mazelas crônicas, que destrói o homem pouco a pouco, a ponto dele não maravilhar-se, com clareza, do verdadeiro e genuíno amor.

RENATO

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

NOVATOS DESAFIOS


Você se foi da minha vida, tudo bem, prometo que não vou chorar, que meu pensamento não vai te buscar pra alentar a dor que se formou dentro de mim.
Fui feliz ao seu lado? Claro que fui! Pena que não durou para sempre, mas a vida é assim mesmo, temos que aprender a ganhar e perder, chorar e sorrir, amar e desamar.
A vida segue com novatos desafios: novas fronteiras pra conquistar, novos corações para amar e, principalmente, tempo disponíveis pra te esquecer.
O fim é triste, mas dele não podemos fugir. O que resta é descansar no tempo, pois ele é o pai que cura todas as feridas dos corações apaixonados e revigora as peripécias dos enamorados perdidos... 

RENATO.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

ANÁLISE DO CD MELK COSTA


Analise do cd, Deus te tira dessa, do cantor Melk Costa, o primeiro trabalho solo do levita, que há alguns anos gravou um cd de dupla com seu primo (que não recordo o nome agora), mas a carreira da dupla foi tão rápida que pouco se lembra do projeto. Mas agora o moço retorna com força total, com um projeto excelente e com uma mensagem impactante.

Pra começar, o projeto gráfico é simples ao extremo, pessoalmente não gosto deste tipo de trabalho, pois, o que torna o cd atrativo é a capa, portanto, se a capa cativa, a vontade é maior de adquirir o produto. É aquela velha história: as aparências ainda dizem tudo. (Não gostei).

A produção foi toda feita em Belém do Pará, pelos produtores, Josiel Cantão e Fabrício, dois produtores que nunca tinha ouvido falar. Os arranjos não deixaram a desejar, o estilo da obra alternou entre pop adoração e algumas faixas pop rock. (gostei).

A abertura do cd ficou pela musica Pai, single do cd, com interpretação impecável do cantor. A música fala, do entrega-se a Deus por completo, uma letra que mais parece uma oração de arrependimento, pedido de auxilio ao Senhor, uma bela canção para os corações aflitos.

Em seguida Melk nos convida a cantar um hino de arrependimento e promessa de não mais errar diante de Deus, Eu vou chorar, o coro é pegajoso, pois se refere ao ato de voar ao encontro de Jesus, bela melodia, sucesso garantido.

Na terceira faixa: Deus te tira dessa, é uma musica de intimidade, busca pelo Espírito Santo e pitadas de letra evangelística, onde o canto mergulha na técnica vocal e arrebenta nas notas altas, linda música.

Adiante surge uma música bem legal, Minha mãe, que é uma declaração de amor às mães, letra simples, mas uma mensagem capaz de arrancar lágrimas.

Em seguida se ouve a primeira canção de adoração: Eu te amo pai, uma música de intimidade, derramamento na presença de Deus e ao mesmo tempo é uma declaração de amor e gratidão. É uma oração em forma de música.

Na sequencia, aparece o segundo single do cd, SOS Brasil, uma música que fala da violência no mundo e dos os sentimentos nefastos que a assola a sociedade, melhor música do cd, bem produzida e sonoridade impecável, sem falar na voz do cantor que muda de tom. (PARABÉNS).

Em seguida, mais uma música leve e gostosa de ouvir Nunca vou te deixar, com riqueza da voz e violão, ao ouvi a canção mais parece uma serenata, a letra é uma adoração extravagante.

A faixa oito tem tema e letra forte: Pegadas na areia, com a letra que fala da cruz, provoca reflexão sobre a morte e ressurreição de Jesus, ficou ótima.

A penúltima música é uma balada romântica, Minha linda, declaração de amor para enamorados.

Finalizando o cd, também é uma canção de amor é também o ultimo single, Sempre vou te amar, essa é linda demais. Sucesso garantindo no coração da nação apaixonada.

Como vocês puderam perceber, o cd do cantor Melk Costa, merece ser ouvido, ouvido novamente até abusar, pois sem demagogia, existe qualidade no produto, excerto a capa que tá fraquinha, deixou a desejar, mas o que importa é o conteúdo.
Então fica a dica, peça já o seu pelo fone: (98) 8855-8133.

sábado, 30 de junho de 2012

ANSIEDADE


A ansiedade é um sentimento tão nefasto, que destrói a capacidade do homem de reagir em meio à solidão profunda. Provoca uma paralisia as energias da fé, que são neutralizadas e sufocadas. Esse sentimento se não cuidado e tratado, pode levar o homem a morte espiritual ou deixar sequelas para sempre.

RENATO

sexta-feira, 29 de junho de 2012

LÁGRIMAS


Lagrimas jorram dentro de mim, quem me olha não percebe, é um dom fingir isso, que aprendi desde sempre e não sei como explicar. Parece que as cores da vida não tem sentido, tudo que me proponho a realizar... No final vira ilusão.

Meu chão não tem firmeza, a todo instante aumenta um vazio em minha alma, meus projetos de vida não tem consistência, e a todo o momento pergunto-me: qual a razão da minha existência?

Ouço falar de Deus a todo o momento, na igreja, na televisão, nos livros, na Bíblia que leio e releio e nada de novo acontece em minha nova velha vida.

Já tentei de todas as formas compreender os mistérios do mundo, pra depois tentar compreender-me, mas o entendimento do mundo é complexo, portanto, eu também sou.

Sou humano, sou carente, dependente de alguma coisa misteriosa que falta ser descoberta, meus instintos me dizem que irei achar.

Resta saber que, quando esse dia chegar, eu ainda tenha prazer de viver, dias pra aproveitar, e fé pra acreditar em tudo que se mostrar.

RENATO

MEDO



Sou fraco, confesso que às vezes minhas forças não conseguem avançar aonde devia ir; que os projetos almejados não passam de ilusões da mente por abdicar antes que o fim seja avistado e suplantado.

Isso frustra, provoca medo, faz a fé se encurvar, e nesse labirintado de nomenclaturas, vejo-me esturdiado, abatido de lutar, cansado de avançar, exausto de recomeçar novamente e perceber que tudo se evapora no ar.

Quantas vezes pensei que iria conseguir, quantas vezes pensei que iria conquistar o porto seguro, mas outra vez meu barco balançava, e balançava ainda mais e quando menos percebia, já estava em alto mar, afogado em minha angustias, buscando uma praia qualquer pra escapar da morte fatal.

Aprendo muito com meus erros, erros tais que não deviam fazer parte da minha vida habitual, mas como uma onda vem, e suplanta minha mente, embriaga-me, fazendo retornar ao erro primitivo.

Quero mudar, quero avançar, quero chegar ao final desta história e quem sabe, conquistar ao extremo da jornada, cantando um belo hino da vitória, o meu troféu tão cobiçado.
RENATO COSTA

quarta-feira, 6 de junho de 2012

terça-feira, 5 de junho de 2012

NOVOS TEMPOS


A igreja vive novos tempos, não que isso seja ruim, mas algumas atitudes deixam a desejar e a transformam em uma instituição sem valor moral e ético.
Ser sal e luz do mundo foi o principal objetivo de Jesus quando instituiu a igreja, não igreja templo, mas sim a igreja corpo, para fazer a diferença no meio de uma sociedade corrompida.
Mas será que estamos executando em nossas vidas o propósito do mestre?... Ou ao invés de fazer diferença estamos agindo pior que os ímpios lá fora? Essa reflexão bate em nossa porta no momento oportuno, quando, olhamos a igreja mergulhada em assuntos que ao invés de trazer beneficio, gera um distanciamento de seus membros. Provoca uma rivalidade que as escrituras condena veemente.
Isso tudo entristece o Espirito Santo, pois a igreja nasceu para ser santa, não um lugar para discursões de assuntos que giram em torno de zeles pessoais. A igreja deve agir com ordem e decência e praticar a arte suprema a qual lhe foi designada: pregar o evangelho e ganhar almas para o reino, a tempo e fora de tempo.
Tudo que foge desse padrão foge do propósito de Deus. Deus não está onde existem contendas, brigas, rivalidades, disputa, engano e acima de tudo, em lugares onde os cujos não olham para o bem do crescimento da igreja, mas sim, para o crescimento da sua tapeçaria.
É uma vergonha o que está acontecendo dentro da igreja hoje. Se os primeiros cristãos pudessem contemplar a situação, não diria que a igreja atual é a mesma que um dia eles fundaram. Tudo que não devia está entrando na igreja (e acredite) pela porta da frente.
Novos tempos, novos rumos, onde será que a igreja vai parar?

POR: RENATO COSTA
  

quinta-feira, 31 de maio de 2012

VOAR


Não sei quantos anos irei viver, posso partir amanhã, como daqui a 50 anos, mas acima de tudo quero partir e voar além das estrelas para casa do pai amado: Jesus.

AMAR


Ninguém encontra a felicidade sem antes não se encontrar primeiro. A felicidade começa quando damos os primeiros passos ao seu encontro, ou seja: a felicidade está bem perto da gente, mas às vezes não temos a sensibilidade de enxergá-la. Amar a si próprio é o começo de um grande amor.

Renato 

UEMA


Esse mês foi muito legal e ao mesmo tempo estressante - doce e amargo - mas mesmo assim foi legal. Comecei a cursar a UEMA. Fiz novos amigos, revi alguns antigos e acima de tudo, aprendi muitas coisas novas. A UEMA e realmente o melhor curso que já passou por está região.  Sinto-me privilegiado por está entre os alunos desse primeiro núcleo.  Hoje fechamos a disciplina de INFORMÁTICA e segunda-feira, fecharemos a de METODOLOGIA CIENTÍFICA. Hoje foi uma festa grande e na próxima semana ela se repetirá. E assim vou seguindo, trilhando os caminhos da sabedoria em busca de um pô do sol alucinante.

RENATO

ALVITRE


Parei agora pra pensar sobre o real motivo da vida. E depois de imaginar cheguei a seguinte conclusão: tudo é vaidade. Sabe por quê? Por que Passamos a maior parte do tempo à procura de alguma coisa, e quando finalmente achamos... Essa procura se transforma em alegria (passageira), e logo em seguida renasce o vazio novamente. Isso é paradoxo, mas é a realidade. O que fazer diante disso? Acostumar-nos com o ciclo da vida: ou seja, aprender a viver com as ilusões que ela transmite.

Renato 

sexta-feira, 13 de abril de 2012

ENTRE AMIGOS E IRMÃOS

Os momentos mais esplêndidos da vida são aqueles, vamos dizer: mais simples. Quando nos reunimos entre amigos (os melhores) e tiramos a noite para palavrear assuntos que trazem jovialidade para a alma... São raros esses momentos!... Mas eles existem, e quando se tem a oportunidade de desfrutar desses segundos, parece que o relógio trabalha mais rápido. Fico furioso! Mas fazer o que? A vida é feita dessas desavenças cabais... Cabe a nós driblar esse fenômeno e aproveitar os segundos sagrados nos seus mínimos detalhes, com as pessoas que realmente nos trás proveito e lucro culturalmente. Por que (falando sério) o que tem de gente sem conteúdo vagando por aí?... Os poucos que restam, parecem que somem, e pra marcar uma conversa legal, só abalizando na agenda de cada um -, e cada dia que passa fica mais difícil preparar essa façanha!

Por que estou escrevendo tudo isso aí em cima? É por que adorei a noite de ontem com meus amigos intelectuais. A saber: Elda, Perote e Leudinéia. O bate papo foi tão bárbaro, que há dias não participava de um assim, pois como afirmo lá em cima: está em extinção pessoas altamente instruída e que tenha conteúdo que vale a pena ouvir. Pessoas desse calibre, que, quando abrem à boca é pra falar tudo e mais um pouco, estão desaparecidos, ou se existem nessas bandas não me apresentaram.

Sem mais me alongar: Quero dizer que foi óóóóóótima à noite! E que se repitam mais vezes, pois o que vale realmente nesta vida, são os momentos bons entre amigos e irmãos.







Sexta-feira 13... O dia do azar. Será?

Acordei está manhã e os principais jornais estampavam essa notícia daí de cima. E como esses jornais são todos sensacionalistas, utilizam todas as armas que lhes são cabíveis para transformar este assunto em pauta principal do dia – isso inclui visitar uma loja de macumba, colocar uma escada no meio da rua e mais algumas artimanhas bizarras – tudo para chamar a atenção dos telespectadores de plantão. Eu que não consigo fazer outra coisa após acordar se não ligar a TV e assistir esses jornais, tive que vê e rever essa patifaria, pois a pauta era a mesma... Só o canal que mudava.

Alem disso, descobri nesta manhã que além de hoje ser: a temida sexta-feira 13, também se comemora o dia do beijo, coincidência ou não, aquela novela das 7 da Globo que tem “o beijo” como tema, acaba hoje também. Será que isso foi programado ou foi coisa do destino? Essa resposta não está no Aurélio, portanto, quem tem seu amorzinho do lado que beije muuuuito! E quem não tem o que beijar (meu caso) que trate de arranjar uma pessoa o mais rápido possível, pois vai ano e entra ano, e essa data também vai e volta, com detalhe, no piscar de olhos, pois os dias atualmente voam.

terça-feira, 10 de abril de 2012

FESTA DA MISSIONÁRIA

Festa! Quem não gosta de festejar? E, essa mania vem se alastrando de longe: desde os primórdios da humanidade! E, ontem para não fugir a regra habitual, no templo central – houve uma pequena e singela homenagem a ela: irmã Maria do Rosário Leite Martins, esposa do pastor Francisco Martins, que foi pega de surpresa (assim eu penso) recebeu presentes, aplausos e pequenas declarações de carinhos dos principais departamentos da igreja. No final das felicitações, na hora da musica de parabéns, entra um bolo lindo nos corredores da igreja. Muito alegre: Ela agradece a igreja, pelo carinho, empenho e dedicação em realizar o momento, e por não ter esquecido o dia. O pastor fez uma pequena declaração em seu ouvido. A surpresa maior não teve como chegar: Uma geladeira comprada na cidade de Zé Doca (de ultima geração), pois houve algum empecilho e esse presente será entregue depois. Eu estava com muita vontade de comer uma fatia do bolo, e jazem tudo certo pra isso, mas desistir da idéia e fui para minha casa dormir igual um anjinho, e é claro, antes disso fazer a minha leitura habitual de todas as noites, pois disso queridos: Eu não abro mão jamais, pois se tem uma (das coisas) que eu amo nessa vida é ler, e por isto, devoro livros e mais livros até o sonho me apagar e no dia seguinte começar tudo novamente.



segunda-feira, 9 de abril de 2012

ETERNA REGENTE

A primeira vez que a vi foi na igreja nos intermináveis ensaios da tarde que se seguiam no templo central da AD de Maracaçumé (isso nos primeiros anos do século XXI), onde essa pessoa passava a maior parte do tempo ocupada com os grupos da igreja que iam desde coreografia, passando pelos vocais e terminava como solista de uma extinta banda no finalzinho da tarde. Haja fôlego para encarar tudo isso, mas ela dava conta de tudo sem deixar a peteca cair.

De quem estou falando? Dela mesmo: a magnífica “Vânia Pereira” – a esposa do Celdeny e mãe do Wesley Felipe. Essa guerreira que depois de alguns anos de lutas continua ativa e, produtiva na casa de Deus, se tornou uma grande amiga minha... E não estou exagerando, apenas afirmando que verdadeiras amizades existem – está em extinção é claro – mas às vezes se ganhar na loteria da vida, e vez por outra, nos deparamos com surpresas boas como essa que foi conquistar a amizade dela.

Essa amizade pendura alguns anos, sendo que nesses últimos tem sido mais intensa, e tenho participado ativamente da sua vida. Fui ombro amigo de vários momentos nefastos de sua vida. Alguns momentos parecia o fim de tudo, mas logo a página virava e surgiu uma nova... Trazendo solução para tudo. Muitas lágrimas contemplei cair de seus olhos, e nesses momentos, dei meu ombro amigo pra ela chorar, e sempre busquei palavras de consolo que viesse amenizar a situação. Nesses anos todos, pude contemplar dentro da igreja o seu empenho e dedicação em cumprir as tarefas que lhes foram designadas. Nunca a vi largar o remo no meio da maré, mas sempre buscava soluções para os problemas que persistiam em querer atrapalhar a obra.

Quem vê os acontecimentos com o olhar superficial, não pode contemplar a grandeza do seu trabalho: pois precisa ter talento para galgar o posto que ela ocupa hoje dentro da Eclésia. Muitas pessoas não aceitam sua forma de atuar, outras são contras certas atitudes dela, mas essa é a vida, nem Jesus conseguiu agradar todo mundo: prova maior foi que o mataram numa cruz.

Escrever isso pode parecer puchação de saco, mas não é! Isso se chama gratidão pela amizade e compreensão nesses anos todos. Nessa vida aprendi que não devemos homenagear as pessoas depois que morre, mas sim, em quanto vida tiver, pois morto não escuta e muito menos ler para saber quem realmente lhe custe e lhe admira. Por isso, a partir de agora irei escrever sobre as pessoas que fazem parte da minha vida – e não se espante que no próximo post não seja você.

Um grande abraço pra minha amiga Vânia e para todos que tiveram paciência de ler o que escrevi, neste texto imenso.

POR: RENATO...



quarta-feira, 4 de abril de 2012

VIDA

“Sorria, brinque, chore, beije, morra de amor, sinta, sonhe, grite e, acima de tudo, viva. O fim nem sempre é o final. A vida nem sempre é real. O passado nem sempre passou. O presente nem sempre ficou e o hoje nem sempre é agora. Tudo o que vai, volta. E se voltar é porque é feito de amor”.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

ADRENALINA


O mês de Março se foi e já estamos em abril (como passou rápido), mas não importa!... O importante é que o tempo não pára e, já entramos em Abril com o pé direito.

Ontem foi primeiro de Abril, e dizem as más línguas-, ser o dia da mentira, e deste modo, alguns declaram ser: o dia mundial dos Homens simplesmente por deduzirem que são todos mentirosos. Mas não sou adepto desta teoria, pois acredito que todo ser humano mente, em especial quando pra se defender, isto é extinto natural, é isso não se muda.

Esse final de Março teve uma pitada a mais de Sal pela viagem que fizemos, no último Sábado, a Santa Lúzia do Paruá. A diversão maior ficou pelo percalço que se deu – tanto na ida como na volta – que envolveu a perfuração dos pneus do carro no qual estávamos, digo nós, pois éramos cerca de 100 pessoas, entre jovens e adolescente. Os pneus furaram por superlotação.

Mais esse fato deu mais adrenalina a viagem e trono-a mais alegre, embora cansativa, mas é encima do amargo da vida que se degusta o doce. Não tenho do que reclamar e já estamos planejando mais algumas viagens para este primeiro semestre. É só aguardar que breve as notícias espocarão entre todos pelo ar.

sexta-feira, 30 de março de 2012

FALEI GREGO


Ontem ao adentrar a igreja a qual participo e na qual exerço alguns cargos, logo de cara vejo algumas pessoas que resolvi fazer uma brincadeirinha leve, mas que as irmãs não entenderam e como se não gostasse fizeram do meu pingo de água uma tempestade. Eu pára não fazer o circo pegar fogo, logo amenizei a situação e prometi pra mim mesmo, que com tais pessoas (nunca mais brincaria de modo nenhum), e quero ressaltar que minha brincadeira não foi dito para grego interpretar, ou seja, tava na cara que era de cunho amigável, mas infelizmente às irmãs não entenderam e eu, fiquei a procurar um buraco para enfiar a minha cabeça, mas não encontrei.

De modo que isso serviu para o idiota aqui não agir novamente assim sem antes perguntar se as pessoas topam participar da brincadeira, pois de outra forma está vetado essas atitudes da minha parte. Não que eu ache um absurdo! Mas, pra não causa outros constrangimentos como esse citado acima, é melhor prevalecer à cautela. Nesse episódio especifico ficou claro – e eu percebi de cara – que logo que cheguei uma das pessoas foram logo rebatendo sem pensar no que eu disse: isso prova que existem pessoas que agem com o instinto e não com o coração.

A verdade nua e crua – e tem que ser dita – é que existem muitas pessoas rancorosas vivendo em nosso meio, e por querer transparecer uma santidade fora do comum, além de se expor ao ridículo, erram mais do que acertam agindo dessa forma. É melhor mostrar os frutos da sua santidade, do que mostrar seu  orgulho nefasto aos outros que vêem apenas o exterior, mas se olhassem o interior poderia se surpreender com os mistérios escondidos.





FOM


Eu teria todos os motivos para chorar, espernear e lamentar pela vida que me foi imposta pelo destino, mas mesmo tendo direito, isso não faço. Sabe por quê? Porque aprendi que devemos passar por cima dos problemas e sorrir “da cara dele” constantemente!

terça-feira, 27 de março de 2012

CAMINHO


Na longa caminhada da vida você encontrará pessoas de todas as qualidades, algumas te farão sorrir, outras te farão chorar, mas independente da circunstancia que se apresentarem: siga seu caminho e não dê ouvidos para os que falam de você.

Nessa estrada, você passará por lugares de paz, mas também atravessará tempos de guerra; observará lugares bonitos, mas contemplará o mal em sua essência.

Essa estrada esconde segredos milenares, que só decifra aquele que buscam a sabedoria... e a aperfeiçoa constantemente, pois esse caminho cruel não aceita amadores sem metas definidas para onde quer chegar.

Nessa estrada também, vez e outra, temos que enfrentar monstros que tentam de todas as formas nos trucidar, são ferozes e valentes que só os que tiverem munidos com as armas da guerra conseguirão vencê-lo.

Nessa estrada não tem espaço para os tímidos e medrosos, pois no primeiro passo poderá se devorado pelas mazelas que nela contem. Pois, os que nela caminha tem andar de cabeça erguida, com a espada na mão e um escudo imbatível para não ser tragado.

Essa estrada é a vida!... Quem anda nela? Eu e você... E os empecilhos que nela há? - É o mal que se apresenta de várias facetas para tentar nos arrancar deste chão, ou mesmo destruir os sonhos e projetos de cada um.

 RENATO





domingo, 25 de março de 2012

EITA!


Eita que estou com tanto frio que chego a tremer os dentes, mas também com a chuva que peguei hoje na minha volta do Cipoeiro não é para menos. A propósito, hoje foi o meu primeiro dia de aula como professor da EJA nas quadras do Centro Novo, e quero dizer que está sendo extraordinário isso tudo, simplesmente pelo fato de no final da tarde, retornar para a minha casa e minha cama macia após um longo dia de trabalho... Querer coisa melhor que isso é querer abusar da bondade de Deus.

sábado, 24 de março de 2012

PRINCIPIAR


Sim, eu tenho problemas, tenho falhas igual a todo mundo. Sou ser humano, e, portanto, posso errar, pois quem não erra não é homem, e não pode habitar sobre essa terra. E têm mais, meus problemas é pingo de água em um oceano, perante problemas que muita gente carrega por aí. Por isso não me desespero, pois sei que sou vencedor, simplesmente pelo fato de... Ser o espermatozóide mais esperto, mais forte e mais lindo... que fecundou o óvulo que me fez principiar nesse mundo. Eu sou o máximo, né não?

sábado, 17 de março de 2012

MEL E AÇÚCAR


A igreja evangélica de hoje está sofrendo da síndrome do mel e açúcar, ou seja, só querem ouvir dos pastores palavras que massageia seu ego com rompido. Os fieis que abarrotam as igrejas, ao invés de buscarem aprender a palavra de Deus, querem é ouvir profecias que mesclam: promessa de dinheiro, cura de enfermidade, amores perfeitos e por aí vai... são inúmeros os desejos íntimos que a grande maioria almeja. Mas isso foge do padrão da Bíblia, pois a mesma diz: no mundo tereis aflição! Essa aflição ninguém quer sentir, as pessoas querem apenas viver do doce, e o amargo da vida fingem não existir. Enquanto isso, os bons pastores, são taxados de antiquado e os ruins são aplaudidos de pé pela igreja que faz a festa sobre o mel e o açúcar.

sexta-feira, 16 de março de 2012

DICA DE LIVRO


Adorei ler o romance a Última Música, até hoje foi um dos melhores que pude apreciar, e olha que já li muitos outros depois dele, mas não tem como negar: é algo magnânimo e contagiante, dar vontade ler tudo sem parar, mas isso é impossível e não recomenda a ninguém, pois assim perde a graça da leitura, romance é igual novela, tem que ser degustado aos poucos até o enredo se mostrar e um grande susta o leitor ter, pois nem tudo que pensamos ser se concretiza. Essa é a grande sacada do livro A ÚLTIMA MÚSICA, livro tal que está na lista dos meus favoritos há tempos, e recomendo pra você também, e nem venha com essa de dizer que já assistiu ao filme, tudo bem, a historia central e a mesma, mas os detalhes pequenos só lendo pra saber, pois não há como colocar em duas horas de filme, um livro com 400 páginas... Portanto, leia este livro, você não vai se arrepender jamais!
← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial
Editado e Instalado por