NOTÍCIAS DE MARACAÇUMÉ/JUNCO DO MARANHÃO E REGIÃO. Contato: (98) 98721-8362 E-mail: blogdorenatocosta@gmail.com

sábado, 1 de agosto de 2009

GRADIOSO NOME

Ele e o rei da gloria o Emanuel,
O pão da vida que desceu do céu,
Lírio dos vales, o grande eu sou!
Valente, príncipe da vida, Raiz de David,
Sol da justiça, princípio e fim,
Leão de Judá, verdadeira luz!

Príncipe da paz, cordeiro, santo de Israel,
Conselheiro, justo e fiel,
Semente da mulher, supremo pastor!
Primeiro e derradeiro, filho de Deus bendito,
Senhor dos senhores, Filho do altíssimo,
JESUS, grandioso nome!

Palavra de Deus, videira verdadeira,
Estrela da manha, dono da riqueza,
Autor e consumador da minha !
Valente, Emanuel, todo poderoso...
Advogado, maravilhoso,
Profeta, filho de DEUS!
22/07/2009


Jesus... Razão do meu viver!

ADORO TE ADORAR!

Adoro te adorar!
Adoro declarar, o meu amor por ti.
Adoro te falar!
Pro mundo escutar, que eu te amo demais!
Te amo com fervor e com toda força do meu coração,
Tu És minha paixão, a minha canção,
Que eu gosto de cantar!

Adoro te adorar, adoro pronunciar,
O teu nome lindo!
Adoro te dizer, tu És o meu prazer,
Razão do meu viver!
Adoro te adorar, adoro declarar,
Que eu amo tua voz!
Não canso de falar, como e bom te amar,
Jesus cristo querido!

28/07/2009

terça-feira, 28 de julho de 2009

20 DE JULHO DIA DO AMIGO

Quero registrar nesse blog a alegria do ultimo dia 24 de Julho, onde comemorei juntos com amigos o dia do “amigo”, foi uma noite memorável pra ficar guardado para sempre em meu coração (rsrsr). Uma noite especial separada pra com partilhar as alegrias e dividir as simpatias uns com os outros, assim foi essa noite, cheias de magia e surpresas! Cada segundo que passei junto com meus amigos, foram segundos preciosos que não tem dinheiro nenhum neste mundo que pague aqueles momentos. Sair da rotina do dia-a-dia era algo que todos estavam precisando, principalmente eu, gloria Deus pela oportunidade que ele nos deu! Só perdeu mesmo quem não foi! Alguns a gente ate entende, mas existem casos de jovens que não foram simplesmente porque não quiseram ir, e isso às vezes entristece nosso coração, com tanto boa vontade para organizar um evento dessa importância e alguns não valorizam nada. Mas os que foram meu eterno agradecimento e fica o convite desde já para o próximo ano, que com certeza será melhor! Agradeço a Deus, o autor e consumador da minha , pelo privilégio que ele tem me dado de esta vivo e fazendo as coisas que eu gosto, obrigado Deus, tu ÉS tudo pra mim! A você que esta lendo esse texto, obrigado pela atenção e volte sempre.

Rennato

Dica ---> A Cabana

Na vida temos que encarar desafios que aos nossos olhos são impossíveis serem conquistados, momentos de trevas que faz o coração mergulhar na mais profunda amargura da alma; e isso a longo prazo traz amargura e deixa marcas profundas que nem o tempo pode apagar! Com esse contexto convido você a ler o livro “a cabana”, uma historia que retrata com detalhes sobre esse assunto, com profundidade e uma narrativa emocionante, esse livro te mostrará o outro lado da trindade, como o pai, o filho e o espírito santo, pode se relacionar com homem e curar as suas feridas. Boa leitura e se deleite na cabana!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

DECIDIR VIVER!!!

Eu sei que as lutas batem em minha porta
Querendo levar pra sempre minha !
Caminhos tortuosos, vales tão escuros
A presença do mal oprime minha mente!
Dentro do coração, razão e emoção
O bem contra o mau e eu sendo a questão,
Preciso encarar essa situação
Viver ou morrer, luz ou escuridão!

Decidir viver e crer em suas promessas
Sonhos e projetos estão em suas mãos,
Tu eS a minh

a rocha o sol da justiça
Minha alma se alegra em te senhor!
Decidir viver e contigo andar
Quero tua luz no meu coração,
A virtude unção, poder, renovação,
Quero hoje sobre mim.


Renato...

Oi, sou cara legal! Gosto de curtir a vida, cantar, ir para igreja, me divertir!
Tenho sonhos que pretendo idealizá-los, como crescer espiritualmente sempre, aprender mais de DEUS e sua palavra, viver a vida e não me arrepender La na frente do que eu não pude fazer.
Gosto de esta com amigos e compartilhar momentos, adoro ler um bom livro (rsrsrsr), estou lendo atualmente a cabana, recomendo.
Enfim, tendo levar a vida do meu jeito, buscando acertar sempre, e, e claro com ajudar do meu Deus, minha fonte de felicidade, vou muito longe! Eu acredito em mim ( rsrssr). Obrigado pela visita, volte sempre!!!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar
Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu


Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar


Quando em meus braços você se acolheu




Eu sou o teu segredo mais oculto


Teu desejo mais profundo, o teu querer


Tua fome de prazer sem disfarçar


Sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar




Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia


Sou o teu luar em plena luz do dia


Sou tua pele, proteção, sou o teu calor


Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor




Eu sou tua saudade reprimida


Sou o teu sangrar ao ver minha partida


Sou o teu peito a apelar, gritar de dor


Ao se ver ainda mais distante do meu amor




Sou teu ego, tua alma


Sou teu céu, o teu inferno a tua calma


Eu sou teu tudo, sou teu nada


Minha pequena, és minha amada




Eu sou o teu mundo, sou teu poder


Sou tua vida, sou meu eu em você


Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia


Sou o teu luar em plena luz do dia


Sou tua pele, proteção, sou o teu calor


Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor




Eu sou tua saudade reprimida


Sou o teu sangrar ao ver minha partida


Sou o teu peito a apelar, gritar de dor


Ao se ver ainda mais distante do meu amor




Sou teu ego, tua alma


Sou teu céu, o teu inferno a tua calma


Eu sou teu tudo, sou teu nada


Minha pequena, és minha amada


Eu sou o teu mundo, sou teu poder


Sou tua vida, sou meu eu em você

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

A MAIOR DOR


"A maior dor na vida não é morrer, mas ser ignorado. É perder alguém que nos amava e que depois deixou de se importar. É sermos deixados de lado por quem tanto nos apoiava. É constatar que esses são os resultados das nossas negligências. A maior dor na vida não é morrer, mas ser esquecido. É ficar sem um cumprimento após uma grande conquista. É não ter um doce e amigo telefonando só para dizer "olá". É ver a indiferença num rosto quando abrimos nosso coração. O que muito dói na vida é ver aqueles que foram nossos amigos sempre muito ocupados quando precisamos de alguém para nos consolar e ajudar a reerguer o nosso espírito. É quando parece que nas aflições sobramos somente nós nos importando com nossas tristezas. Muitas dores nos afetam, mas isso pode não ser tão pesado se formos mais presentes e atenciosos. Cada um de nós tem um papel para desempenhar no teatro que chamamos vida. Cada um de nós tem o dever de dizer ao outro que o amamos. Se você não se importa com seus companheiros de jornada, você não será punido apenas acabará simplesmente ignorado... esquecido... exatamente como faz com eles... " As palavras acima foram escritas por uma jovem que cometeu suicídio. Talvez se as pessoas que rodeavam tivessem demonstrado um pouco de amor e tivessem lhe prestado mais atenção, sua morte poderia ter sido evitada. Lembramos que podemos perceber nas expressões faciais quando alguém está triste, solitário e até mesmo com pensamentos de suicídio. Precisamos sentir mais profundamente cada pessoa que entra em nossa vida, dividir com ela nossa amizade e dizer-lhe que ela é importante para nós. Isto é o que Jesus Cristo quer que façamos uns aos outros. Assim como ele faz com você quando está desprezado pelo mundo.


uma história de amor.


John Blanchard levantou do banco, endireitando a jaqueta de seu uniforme e observou as pessoas fazendo seu caminho através da Grand Central Station. Ele procurou pela garota cujo coração ele conhecia mas o rosto não; a garota com a rosa. Seu interesse por ela havia começado trinta meses antes, numa livraria da Flórida. Tirando um livro da prateleira, ele se pegou intrigado, não com as palavras do livro, mas com as notas feitas a lápis nas margens. A escrita suave refletia uma alma profunda e uma mente cheia de brilho. Na frente do livro, ele descobriu o nome do primeiro proprietário: Srta. Hollis Maynell. Com tempo e esforço ele localizou seu endereço. Ela vivia em New York City. Ele escreveu a ela uma carta, apresentando-se e convidando-a a corresponder-se com ele. Na semana seguinte ele embarcou num navio para servir na II Guerra Mundial. Durante o ano seguinte, mês a mês eles desenvolveram o conhecimento um do outro através de suas cartas. Cada carta era uma semente caindo num coração fértil. Um romance de companheirismo. Blanchard pediu uma fotografia, mas ela recusou. Ela queria que ele realmente se importasse com ela, não importando como ela era, ou sua aparência. Quando finalmente chegou o dia em que ele retornou da Europa, eles marcaram seu primeiro encontro - sete horas da noite na Grand Central Station em New York. - Você me reconhecerá - ela escreveu - pela rosa vermelha que estarei usando na lapela. Então, às sete horas ele estava na estação, procurando por uma garota cujo coração ele amava, mas cuja face ele nunca havia visto. Vou deixar o Sr. Blanchard dizer-lhe o que aconteceu: "Uma jovem aproximou-se de mim. Sua figura era alta e magra. Seus cabelos loiros caíam delicadamente sobre os seus ombros, seus olhos eram verdes como água. Sua boca era pequena e seus lábios carnudos, e seu queixo tinha uma firmeza delicada. Seu traje verde pálido era como se a primavera tivesse chegado. Eu me dirigi a ela, inteiramente esquecido de perceber que ela não estava usando uma rosa. Como eu me movi em sua direção, um pequeno, provocativo sorriso, curvou seus lábios. 'Indo para o mesmo lugar que eu marinheiro?' - ela murmurou. Quase incontrolavelmente dei um passo para junto dela, e então eu vi Hollis Maynell. Ela estava parada quase que exatamente atrás da garota. Uma mulher já passada dos 50 anos, ela tinha seus cabelos grisalhos enrolados num coque sobre um chapéu gasto. Ela era mais que gorducha, seus pés compactos confiavam em sapatos de saltos baixos. A garota de verde seguiu seu caminho rapidamente. Eu me senti como se tivesse sido dividido em dois, tão forte era meu desejo de segui-la e tão profundo era o desejo por aquela mulher cujo espírito verdadeiramente me acompanhara e me sustentara através de todas as minhas atribulações. E então ela parou. Sua face pálida e gorducha era delicada e sensível, seus olhos cinzas tinham um calor e simpatia cintilantes. Eu não hesitei. Meus dedos seguraram a pequena e gasta capa de couro azul do livro que a identificou para mim. Isto podia não ser amor, mas poderia ser algo precioso, talvez mais que amor, uma amizade pela qual eu seria para sempre cheio de gratidão. Eu inclinei meus ombros, cumprimentei-a mostrando o livro para ela, ainda pensando, enquanto falava, na amargura do meu desapontamento. - Sou o Tenente John Blanchard, e você deve ser a Srta. Maynell. Estou muito feliz que tenha podido me encontrar. Posso lhe oferecer um jantar? O rosto da mulher abriu-se num tolerante sorriso. - Eu não sei o que está acontecendo - ela respondeu - aquela jovem de vestido verde que acabou de passar me pediu para colocar esta rosa no casaco. E ela disse que se você me convidasse para jantar, eu deveria lhe dizer que ela está esperando por você no restaurante da esquina. E ela disse que isso era um tipo de 'teste'"! Não parece difícil, para mim, compreender e admirar a sabedoria da Srta. Maynell. A verdadeira natureza do coração de uma pessoa é vista na maneira como ela responde ao que não é atraente!

O ATEU E O MENINO
Um homem ateu quis convencer uma criança que Deus não existe. E perguntou:- Está vendo aquela árvore?- Sim!- Portanto ela existe.
Apontando para o céu:- Está vendo o céu?- Sim. - Portanto – continue...- Ele existe porque estou vendo.- Olhando para o céu, você viu Deus?- Não. - Portanto... ele não existe. A gente só acredita naquilo que a gente vê.
O ateu gargalhou vitorioso e o menino parecia refletir. Depois atreveu-se a perguntar:- E o senhor já viu o seu juízo?
Prevendo aonde o menino esperto queria chegar, o ateu nada respondeu. O menino continuou:- Portanto seu juízo não existe
.


Que este texto sirva para uma profunda reflexão em nossas vidas.

Entrei apressado e com muita fome no restaurante. Escolhi uma mesa bem afastada do movimento, pois queria aproveitar os poucos minutos que dispunha naquele dia atribulado, para comer e consertar alguns bugs de programação de um sistema que estava desenvolvendo, além de planejar minha viagem de férias, que a tempos não sei o que são.Pedi um filé de salmão com alcaparras na manteiga, uma salada e um suco de laranja. Abri meu notebook e levei um susto com aquela voz baixinha atrás de mim:- Tio, dá um trocado?- Não tenho, menino.- Só uma moedinha para comprar um pão.- Está bem, compro um para você.Para variar, minha caixa de entrada está lotada de e-mails. Fico distraído vendo poesias, as formatações lindas, dando risadas com as piadas malucas.Ah! Essa música me leva a Londres e boas lembranças de tempos atrás.- Tio, pede para colocar margarina e queijo também?Percebo que o menino tinha ficado ali.- Ok. Vou pedir, mas depois me deixe trabalhar, estou muito ocupado, ok?Chega a minha refeição e junto com ela meu constrangimento. Faço o pedido do menino, e o garçom me pergunta se quero que mande o garoto ir embora. Meus resquícios de consciência me impedem de dizer. Digo que está tudo bem. Deixe-o ficar. Que traga o pão uma refeição decente para ele. Então ele sentou à minha frente e perguntou:- Tio o que está fazendo?- Estou lendo uns e-mails.- O que são e-mails?- São mensagens eletrônicas mandadas por pessoas via Internet (sabia que ele não ia entender nada, mas, a título de livrar-me de maiores questionários disse):- É como se fosse uma carta, só que via Internet.- O que é Internet ?- É um local no computador, onde podemos ver e ouvir muitas coisas, notícias, músicas, conhecer pessoas, ler, escrever, sonhar, trabalhar,aprender. Tem de tudo no mundo virtual.- E o que é virtual?Resolvo dar uma explicação simplificada, novamente na certeza que ele pouco vai entender e vai me liberar para comer minha refeição, sem culpas.- Virtual é um local que imaginamos, algo que não podemos pegar,tocar. É lá que criamos um monte de coisas que gostaríamos de fazer. Criamos nossas fantasias, transformamos o mundo em quase como queríamos que fosse.- Legal isso... Gostei!- Mocinho, você entendeu que é virtual?- Sim, também vivo neste mundo virtual.- Você tem computador?- Não, mas meu mundo também é desse jeito... Virtual. Minha mãe fica todo dia fora, só chega muito tarde, quase não a vejo; eu fico cuidando do meu irmão pequeno que vive chorando de fome e eu dou água para ele pensar que é sopa; minha irmã mais velha sai todo dia, diz que vai vender o corpo, mas não entendo, pois ela sempre volta com o corpo; meu pai está na cadeia há muito tempo, mas sempre imagino nossa família toda junta em casa, muita comida, muitos brinquedos de Natal e eu indo ao colégio para virar médico um dia. Isso é virtual, não é tio?Fechei meu notebook, não antes que as lágrimas caíssem sobre o teclado. Esperei que o menino terminasse de, literalmente, "devorar" o prato dele, paguei a conta, e dei o troco para o garoto, que me retribuiu com um dos mais belos e sinceros sorrisos que já recebi na vida e com um "Brigado tio você é legal!".Ali, naquela instante, tive a maior prova do virtualismo insensato em que vivemos todos os dias, enquanto a realidade cruel rodeia de verdade e fazemos de conta que não percebemos!


Um dia


Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela…Um dia nós percebemos que as mulheres tem extinto “caçador” e fazem qualquer homem sofrer…Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável…Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples…Um dia percebemos que o comum não nos atrai…um dia saberemos que ser classificado como “bonzinho” não é bom…Um dia percebemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você…Um dia saberemos a importância da frase ” Tu se tornas eternamente responsável por aquilo que cativas…”Um dia percebemos que somos muito importante para alguém mas não damos valor a isso…Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais…Enfim… um dia descobrimos que apesar de viver quase 1 século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos que os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer tudo o que tem que ser dito…O jeito é: ou nos conformarmos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutarmos para realizar todas as nossas loucuras…Quem não compreender um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

bom, é a primeira postagem do meu blog, estou muito feliz por criar mais este espaço,mas um passa tempo! espero que todos gostem dos meu cometários e das minha idéias. sou um jovem bastante pensativo, gosto de escrever e colocar minha idéias no papel, ao longo deste ano vou tentar expressar minhas opiniões neste blog, e gostária de receber comentários, suas opiniões e sugestões.
espero que este ano que se inícia seja um ano repleto de emoções e conquista para todos nós. Com a graça de Deus tenho certeza que todos nós eremos vencer e crescer em conhecimento e sabedória de Deus como também do mundo.
um abraço do Renato...
← Postagens mais recentes Página inicial
Editado e Instalado por